Nota fiscal de produto e serviço: o que é e como emitir - Quero Faturar - Emissão de NFe (nota fiscal eletrônica) Nota fiscal de produto e serviço: o que é e como emitir - Quero Faturar - Emissão de NFe (nota fiscal eletrônica)

Nota fiscal de produto e serviço: o que é e como emitir

Nota fiscal de produto e serviço

Somente no estado de Goiás, em 2021 segundo informações oficiais do estado, mais de 984,6 milhões de notas fiscais foram emitidas. O número é impressionante, não acha? 

Apesar disso, no Brasil todo existem micro e pequenos empreendedores que não fazem ideia de como funciona nem como emitir nota fiscal de produto e serviço. 

Você pode ser uma dessas pessoas que talvez precise emitir notas fiscais mas não sabe fazer isso. 

Se essa é a sua realidade, não se preocupe! É comum que muitas pessoas fiquem confusas sobre a emissão de nota fiscal de produto e serviço, sem saber qual é, de fato, a principal diferença entre elas. 

Por isso, pensando em te ajudar, a equipe Quero Faturar desenvolveu este conteúdo completo, que responderá as dúvidas mais comuns sobre o tema. Basta continuar a leitura. Acompanhe!

O que é Nota Fiscal de Produto?

A Nota Fiscal de Produto, como o próprio nome sugere, é responsável por registrar e documentar todas as vendas de produtos realizadas pela sua empresa. 

O processo de emissão das notas fiscais de produto é uma atitude segura tanto para você, empresário, quanto para o seu cliente. 

Afinal, ao final de cada venda você terá o registro necessário para calcular seus impostos e declará-los corretamente perante os órgãos de fiscalização do governo, e seu cliente ganha a comprovação da sua compra, com todas as principais informações sobre o produto.

Dessa forma, caso precise, o cliente pode solicitar a troca ou manutenção do produto comprado, dentro do prazo estabelecido. 

Assim, as duas partes são beneficiadas — comprovando mais uma vez a importância da nota fiscal de produto para a credibilidade e regulamentação do seu negócio. 

Onde é utilizada?

Mas, onde a Nota Fiscal de Produto é utilizada? A resposta é simples: a Nota Fiscal de Produto é utilizada por empresas que vendem seus produtos tanto no meio físico, quanto no universo digital

Assim, mesmo que o seu negócio seja estruturado apenas de forma online, através de uma loja virtual ou e-commerce, por exemplo, ainda assim precisa emitir as notas fiscais dos produtos comprados e enviá-las aos consumidores. 

Como emitir?

E como é possível emitir a sua Nota Fiscal de Produto? Existem várias maneiras de fazer isso. Antes de mais nada, é essencial que o seu CNPJ esteja em dias e você já tenha a Inscrição Estadual do seu estado e criar o seu certificado digital. 

O melhor modo de emitir notas fiscais de produto é através de um sistema de emissão pago, que ofereça suporte técnico qualificado e etapas intuitivas para facilitar o processo de emissão. 

A melhor solução, nesse caso, é o sistema Quero Faturar, com suas possibilidades de planos por assinatura a partir de apenas R$29,90 mensais. Vale a pena investir esse valor simbólico para obter tantos benefícios e facilidades ao emitir sua nota fiscal. 

O que é Nota Fiscal de Serviço?

O que é Nota Fiscal de Serviço

Agora que você já sabe tudo sobre a Nota Fiscal de Produto, precisa entender como funciona a Nota Fiscal de Serviço e quando é necessário emiti-la. 

Esse modelo de Nota Fiscal funciona de modo extremamente parecido com o anterior, com a diferença que, neste caso, são documentados serviços e não produtos. 

O documento é responsável por formalizar a transação entre os empresários e clientes, que pode ocorrer de modo físico ou online, como é comum vermos acontecendo hoje. 

Assim como o modelo anterior, essa Nota Fiscal também serve como garantia ao cliente, que pode utilizá-la para comprovar sua compra e, caso necessário, solicitar reembolso. 

Onde é utilizada?

A Nota Fiscal de Serviço é utilizada por empresas e prestadores de serviços que precisam comprovar o serviço prestado. 

Muitos empreendedores e prestadores de serviços autônomos acabam cometendo o erro grave de não emitir notas fiscais a cada fechamento de compra — isso pode prejudicar suas estratégias de negócios e criar problemas com os órgãos de fiscalização. 

Como emitir?

Emitir uma Nota Fiscal de Serviço não é difícil nem muito complicado. Assim como na emissão de notas fiscais de produtos, você também precisa verificar se está tudo “ok” com o seu CNPJ. 

Feito isso, também é necessário solicitar o registro do seu certificado digital junto a prefeitura da sua cidade. 

Para emitir a nota fiscal propriamente dita, você tem dois caminhos possíveis: acessar o sistema da prefeitura da sua cidade e fazer tudo sozinho ou assinar um sistema pago e receber todo o suporte possível. 

É importante ressaltar que o caminho mais fácil é obter um sistema particular por um pequeno valor mensal e ter acesso a todos os benefícios que você e seu negócio merecem.

Qual a diferença de nota fiscal de produto e serviço?

Nota fiscal de produto e serviço

É nítido que a diferença mais gritante entre os dois modelos de nota fiscal é o objeto a ser documentado: se um produto ou um serviço. 

Apesar disso, existem ainda outras diferenças importantes entre cada tipo, sendo que a primeira documenta os processos comerciais de mercadorias e apresenta a possibilidade de inutilização ou cancelamento quando há erros na emissão

Ao mesmo tempo, as notas fiscais de serviço são mais simples e regulamentam todos os serviços prestados pelo profissional, que podem ser discriminados detalhadamente. 

Posso emitir as duas notas juntas?

Sim, você pode! Quando em uma mesma transação comercial existe a prestação de serviço e a venda de produtos, é totalmente possível cadastrar todos os procedimentos em apenas uma nota fiscal. 

Esse procedimento é conhecido como “nota fiscal conjugada” e facilita o cálculo de impostos e, consequentemente, o recolhimento dos mesmos. Assim, não é necessário emitir uma nota fiscal de produto e, depois, uma de serviço. 

Para que isso seja possível, você precisa contatar a prefeitura da sua cidade para conferir se a mesma possui vínculo com a Secretaria da Fazenda correspondente. 

Se essa junção existir, ótimo! Você só precisará ter atenção durante a especificação de cada uma das transações. Mas, em caso negativo, será impossível realizar a emissão de nota fiscal conjugada, como planejado. 

Para facilitar todo o processo de emissão de Notas Fiscais, independente do tipo, a escolha mais inteligente será investir em um sistema emissor de notas fiscais, como o Sistema Quero Faturar. 

Esse sistema conta com mais de 16.500 empresas atendidas e mais de 3 milhões de notas fiscais emitidas. E os clientes não mentem: a infraestrutura e suporte técnico que o sistema apresenta é incomparável! 

Conheça o Emissor de Nota Fiscal Eletrônica da Quero Faturar, acesse o nosso site.

Conclusão

Percebeu como existe diferença entre a nota fiscal de produto e serviço? Essas diferenças são importantes e totalmente relevantes para os micro e pequenos empresários. 

Se você gosta de aprender mais sobre temas relacionados a negócios e administração contábil, precisa continuar acompanhando o blog Quero Faturar! Aqui, postamos apenas conteúdos realmente úteis e interessantes para você.