Certificado Digital A1 e A3: descubra o que são e qual a diferença Certificado Digital A1 e A3: descubra o que são e qual a diferença

Certificado Digital A1 e A3: descubra o que são e qual a diferença

Certificado Digital A1 e A3

Existe um documento especial no universo online que traz à rotina das empresas muito mais praticidade e facilidade — o certificado digital A1 e A3. 

Afinal, é com o certificado digital que a emissão de notas fiscais é feita, por isso ele é tão importante para os processos do empreendimento e seu dia a dia. 

Se você deseja abrir uma empresa ou iniciou o seu próprio negócio recentemente, já deve ter percebido a importância desses títulos.

É muito comum, nessas situações, se sentir confuso sobre qual a diferença entre eles, qual escolher e onde emitir. 

Por isso, pensando em te ajudar, a equipe Quero Faturar desenvolveu este conteúdo completo, com tudo o que você precisa saber sobre o certificado digital A1 e A3. Basta continuar por aqui e conferir. Vem ler!

Certificado Digital A1 e 13: entenda a diferença

O primeiro passo para saber qual certificado digital escolher, é entender a diferença entre os dois. A verdade é que cada um tem um tempo de duração e modo de armazenamento.

No Brasil, segundo uma pesquisa da Associação Nacional de Certificação Digital (ANCD), já são mais de 10 milhões de certificados digitais ativos, com uma divisão quase idêntica entre A1 e A3. 

É interessante notar que cada um deles também apresenta uma situação específica, em que sua utilização é a mais recomendada. 

Certificado A1

No modelo de certificado digital A1, o armazenamento do documento e da assinatura do cliente que o comprou fica no seu próprio computador ou em quaisquer outros que você desejar. 

Assim, sempre que for necessário fazer login em algum local de interesse da empresa, basta escolher a opção “entrar com certificado digital”, para facilitar toda a sua experiência. 

Também é possível instalá-lo nos dispositivos móveis, que já são capazes de suportar o arquivo para acessos simplificados em páginas web e aplicativos. 

O certificado A1 tem validade de 1 ano e, depois deste período, será necessário renová-lo.  Ele também é protegido por criptografia e senha, caso desejar. 

A melhor parte deste tipo de certificado é que ele não precisa de configuração antecipada do computador ou do dispositivo que será instalado. 

Certificado A3

Já o certificado A3, por sua vez, tem validade de 1 a 5 anos e é armazenado em uma mídia criptografada externa, como cartão ou token, que é muito semelhante a um pendrive. 

Assim, ele pode ser levado consigo para onde você desejar, com a proteção de uma senha forte e autenticação de dois fatores, para manter sua segurança. 

Apesar disso, ele também pode ser armazenado em nuvem, se necessário. Mas, em todo caso, o computador ou dispositivo que o usará precisa de preparação prévia e configuração inicial. 

Talvez seja necessário instalar determinados drivers de leitura da criptografia e da mídia física (do cartão) caso ainda não existam. 

Como escolher entre o Certificado Digital A1 e A3?

Como escolher entre o Certificado Digital A1 e A3?

Para decidir qual o melhor certificado digital no seu caso, basta considerar quais as suas reais necessidades e condições atuais. Os dois são ótimos, totalmente seguros e práticos. 

O segredo está em considerar honestamente a sua realidade e pensar em qual o prazo de validade que mais te chama atenção e qual das modalidades: se móvel, como o A3 ou fixa como o A1 são as melhores no seu caso. 

Quando usar o certificado digital A1?

O certificado A1, por exemplo, será o mais recomendado se você viaja pouco e tem uma equipe pequena. 

Afinal, dessa forma basta que você compre o certificado, instale-o e copie-o para as máquinas que você mais usa. 

Caso a sua empresa seja nova no mercado e você ainda esteja testando as possibilidades, a duração de 1 ano do certificado será benéfica — apesar de “durar mais”, o certificado A3 também é mais caro. 

E o A3?

O A3 também deve ser escolhido pensando na sua realidade. Ele será extremamente vantajoso se você sempre viaja e sempre troca de computadores. 

Como ele é instalado em um dispositivo físico e pode ser levado consigo a diferentes lugares, é uma boa ideia escolhê-lo para sua empresa. 

O tempo de validade maior também será um diferencial atrativo se seu negócio já está consolidado no mercado e já tem diversas expectativas de lucratividade e crescimento. 

Onde é feita a emissão do certificado digital A1 e A3?

Emissão do certificado digital A1 e A3

A emissão do certificado digital A1 e A3 é feita em uma Autoridade Certificadora (AC) credenciada pelo Governo, a partir da sua solicitação. 

Funciona assim: 

  • entre em contato com uma Autoridade Certificada de sua preferência;
  • solicite o seu tipo de certificado digital escolhido, lembrando de esclarecer se ele é para pessoas físicas ou jurídicas;
  • analise o orçamento informado (o preço do certificado digital pode variar conforme a certificadora escolhida);
  • escolha o dia e horário para validar seu certificado digital com a AC (essa validação talvez precise ser feita presencialmente ou por videoconferência);
  • seja feliz com o seu novo documento!

Se quiser que todo o processo seja mais simples, com uma empresa realmente confiável, basta escolher a Quero Faturar para desenvolver o seu certificado digital A1 e A3. 

Nossos valores estão disponíveis na página “planos”. Feita sua escolha, será possível:

  • assinar documentos;
  • emitir notas fiscais;
  • autenticar sistemas;
  • e declarar imposto de renda — tudo isso com apenas alguns cliques.

Sobre as notas fiscais, você também pode ter a sua rotina facilitada, através de um bom sistema emissor, que a Quero Faturar também oferece. 

Saiba como a Quero Faturar pode te ajudar na Emissão de Nota Fiscal Eletrônica

Conclusão

Percebeu como o certificado digital A1 e A3 são úteis para o dia a dia da sua empresa? Neste artigo, você aprendeu como escolher cada um deles, quando usar e como emitir. Esperamos que todas as suas dúvidas tenham sido esclarecidas! 

Se você gosta de aprender mais sobre o universo de gestão contábil, emissão de notas fiscais e processos burocráticos, precisa conhecer o Blog Quero Faturar!

Nele, compartilhamos apenas os melhores conteúdos sobre: